5 funções do botox para além da estética

A Toxina Botulínica Tipo A, como o Botox e oDysport, é uma droga feita a partir de uma toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Ela é constantemente associada à estética, mas também ajuda a corrigir alguns problemas de saúde. Ela é usada em pequenas doses, e seus efeitos duram cerca de quatro meses, mas em alguns indivíduos pode se prolongar um pouco mais. Veja em quais casos o Botox pode ser utilizado como tratamento:

1. Remoção temporária de rugas faciais: esta é a utilização mais popular do Botox. Constantemente associa-se à eliminiação das rugas, mas o tratamento exige cuidados e um profissional qualificado para obter um resultado natural, sem afetar a saúde.

2. Sudorese excessiva: o suor é a forma de nosso corpo regular nossa temperatura, mas algumas pessoas sofrem com a sudorese excessiva nas mãos, pés, axilas ou rosto. O Botox é um tratamento não cirúrgico que pode reduzir a produção do suor por bloquear a transmissão nervosa das glândulas sudoríporas. A aplicação precisa ser feita por um profissional, pois ela pode interferir minimamente nos movimentos dos tecidos.

3. Distonia Cervical: essa desordem neurológica provoca contrações musculares graves do pescoço e ombros e o Botox pode ser utilizado no tratamento deste problema.

4. Blefarospasmo: o piscar incontrolável é outro problema que pode ser tratado com Botox.

5. Estrabismo: a aplicação do Botox pode melhorar a aparência de olhos desalinhados.

Em geral, as injeções trabalham no enfraquecimento ou paralisando alguns músculos ou pelo bloqueio de certos nervos. Há a possibilidade de raros efeitos secundários, normalmente momentâneos e que dispensam cuidados intensivo.

É contra-indicado se estiver grávida ou a amamentar, e em uso de algumas medicações.